Pilates para crianças, diversão garantida!

Diversão garantida para o seu pequeno

O Pilates foi desenvolvido no início do século XX. Naquela ocasião a medicina e a fisioterapia em geral não contavam com os avanços tecnológicos que contamos nos dias de hoje. Os movimentos eram generalistas e não se pautavam em conceitos como a idade do indivíduo. Com o avanço da medicina ao longo dos anos surgiram algumas adaptações no Pilates que visam atender de maneira satisfatória todas as faixas etárias.

 

Pilates para bebesHoje, graças as novas técnicas incorporadas, o Pilates  para crianças pode ser praticado em qualquer idade, mas é comumente indicado a partir dos 4 anos de idade. O que ocorre é que muitos pais que não conhecem a técnica acham que por ela trabalhar o sistema ósseo muscular em sua plenitude talvez seria pesado demais para uma criança praticá-la. Isso não passa de um mito. As técnicas atuais permitem que desde crianças até idosos pratiquem o Pilates sem nenhum risco à sua saúde.

 

Como já dizemos o avanço da medicina e das técnicas que envolvem o Pilates promoveram uma diferenciação na aplicabilidade da prática dos exercícios. Essa diferenciação leva em conta a formação muscular, a densidade óssea entre outros fatores. É de conhecimento de todos que com o passar dos anos os ossos tendem a perder a capacidade de calcificação, bem como a sua densidade normal, além de os músculos também sofrerem um processo de flacidez e isso é inerente a prática de atividades, é um processo natural biológico. Por isso seria um tanto quanto irresponsável uma criança e um idoso praticarem o mesmo tipo de exercício, uma vez que possuem organismos completamente diferentes.

Adaptação do Pilates

Pensando nessas diferenças houve a adaptação do Pilates para crianças. Essa adaptação foi feita em 2006 nos Estados Unidos. O curto período de inserção das crianças na técnica pode ser visto como algo perigoso. Mas o fato é que deve-se pensar por outro prisma: Se tem pouco tempo a adaptação da técnica é porque ela foi largamente pesquisada e discutida por profissionais gabaritados e que empregaram o suo do que há de melhor na tecnologia medicinal para fornecer uma técnica segura e com resultados comprovados pela comunidade científica em geral.

 

Alguns países como os Estados Unidos e outros mais da União Europeia inseriram o Pilates na grade curricular dos seus alunos. Com o passar do tempo pesquisadores e médicos avaliaram as crianças que foram submetidas ao Pilates e constataram um melhor desenvolvimento postural e muscular dos pequeninos. Essas nações já consideram a técnina uma forma alternativa para ajudar consideravelmente a criança em seu desenvolvimento físico e mental como um todo.

Pilates infantil

O Pilates infantil surge como uma maneira de inovar e ajudar no crescimento das crianças, contribuindo dessa forma para que elas tenham um maior aproveitamento tanto no campo pedagógico como na prática de esportes como um todo. Há de se pensar que toda semente plantada na infância dará frutos na vida adulta do indivíduo e o Pilates surge como uma alternativa a ser levada em conta para um futuro mais saudável das crianças.

 

Vá a algum lugar onde haja a aplicação do Pilates para crianças e converse com os profissionais. Busque informações sobre como a técnica é aplicada, para que ela é utilizada e em que ela poderá beneficiar seu filho no campo da saúde física e mental. Procure também conversar com pais que têm seus filhos praticando há algum tempo o Pilates e colete com ele informações sobre de que maneira isso ajudou seu filho no âmbito pedagógico, familiar e interpessoal. Peça para acompanhar uma aula com as crianças e pergunte se há a possibilidade de seu filho realizar uma aula experimental. Com certeza valerá a pena!

Agende uma Aula Teste - Comigo!

Autor: Denise Terra

Share This Post On