Pilates na Terceira Idade

Com o avanço das técnicas medicinais e da nutrição a expectativa de vida da população mundial está cada dia mais alta. Alguns países como o Japão por exemplo, é esperado que daqui 20 anos hajam mais idosos do que crianças constituindo a população. O mundo vem aos poucos se adaptando a essa nova realidade demográfica. Países como os EUA e alguns integrantes da União Europeia possuem centros de saúde voltados apenas para a atenção a terceira idade.

Pilates na terceira idadeO Brasil também começa a perceber a importância dos idosos na sociedade e as medidas protetivas que são necessárias para a qualidade de vida dessas pessoas. Em primeiro de Outubro de 2003 foi promulgado o Estatuto do Idoso. Trata-se de um conjunto de leis que visam proteger e garantir diretos dos idosos brasileiros. Entretanto no tocante a saúde o Brasil certamente é deficitário quando se trata dos idosos. Basta uma breve ida há um Hospital Público ou a um Centro de Saúde para constatarmos o descaso com essas pessoas que tanto contribuíram para a criação do nosso país.

Os benefícios do Pilates na terceira idade

O Pilates para a terceira Idade é uma opção interessante para evitar que o idoso seja um frequentador assíduo do Sistema Único de Saúde. Por ser uma atividade que trabalha exercícios físicos que visam o alongamento e o fortalecimento muscular o Pilates acaba sendo visto por algumas pessoas como algo perigoso para ser praticado por um idoso. Isso é resultante da falta de informação sobre as técnicas utilizadas no Pilates. É claro que um idoso não será submetido a mesma carga de exercícios que um jovem de 20 anos. Devido a sua capacidade física limitada o idoso necessita de exercícios feitos especialmente para eles, e foi pensando nisso que especialistas e médicos desenvolveram técnicas do Pilates voltadas especialmente para esse público.

Trata-se de exercícios com uma carga menos pesada e que respeita a limitação física do idoso. Além disso o acompanhamento de um fisioterapeuta ajuda significativamente na eficácia dos resultados ao longo do tempo. Para idosos a técnica de Pilates mais recomendada para se iniciar é o Tradicional. Isso porque é uma técnica que resulta numa menor alta da frequência cardíaca e numa pausa maior entre uma atividade e a outra. Com o passar do tempo e o recondicionamento físico do idoso ele pode migrar para a modalidade Funcional, que possui exercícios mais ritmados, que acabam por resultar em uma maior frequência cardíaca.

Atividade física na Terceira Idade

Que a atividade física é essencial em todas as idades da vida humana isso é um senso comum entre qualquer especialidade médica. No entanto é necessário uma atividade mais adequada para cada fase da vida. Geriatras e cardiologistas recomendam cada dia mais o Pilates como uma opção interessante para os idosos. Por ser uma técnica relativamente nova e que somente na última década vêm ganhando adeptos em um número cada vez maior no Brasil, os benefícios do Pilates para a terceira idade são relativamente desconhecidos do Público em geral.

O Pilates é altamente indicado para a terceira idade porque ele respeita limitação do indivíduo. Cada um é submetido ao exercício que é necessário no combate de uma determinada patologia, na prevenção de doenças bem como no recondicionamento físico geral do idoso. Claro que todas as atividades físicas resultam em benefícios para o indivíduo, mas os idosos têm algumas especificidades que as demais faixas etárias não possuem, como a diminuição dos batimentos cardíacos, a baixa resistência respiratória além de um desgaste ósseo muito mais acentuado.

Se você já entrou para o seleto grupo da terceira idade procure uma academia ou clínica mais próxima de você e veja se ela oferece um programa voltado para idosos, converse com o seu médico e venha melhorar sua qualidade de vida.

Agende uma Aula Teste - Comigo!

Autor: Denise Terra

Share This Post On