Benefícios do Pilates durante a Gestação

Entenda os benefícios do Pilates na gravidez

O corpo da mulher vive em constante mudança. O corpo do homem geralmente se estabiliza em uma certa idade. A mulher vive sofrendo com as mudanças hormonais e com aquelas oriundas do tempo, como a menopausa. No caso do homem há a andropausa, mas as mudanças sentidas por eles são muito menores do que as sentidas pelas mulheres.

Ao entrarem no período de gestação o corpo feminino sofre as maiores mudanças que ele pode sofrer em toda sua vida. Há um aumento do peso devido a formação do feto, diversas mudanças hormonais entre outras. Essas mudanças contribuem para que a maioria das mulheres sofram durante o período gestacional. Ocorrem problemas posturais, dores nas pernas e articulações. Dores na coluna vertebral e na região pélvica.

Benefícios do Pilates durante a Gestação

 

O Pilates para o alinhamento postural

O Pilates é uma técnica extremamente voltada para o alinhamento postural correto e trabalha isso em todos os exercícios que o compõe. Esses exercícios durante a gravidez irão fortalecer os músculos lombares, facilitando que a gestante consiga carregar o peso do feto sem sofrer com intermináveis dores de coluna. Além disso o posicionamento correto da coluna vertebral durante a gravidez favorece há uma pressão menor pressão nos discos intervertebrais da coluna. Algo que aumenta consideravelmente durante a gestação e pode provocar a Hérnia de Disco com o passar dos anos.

Alguém tem que ceder espaço dentro da barriga da mulher para que se caiba um feto. E essa missão fica por conta dos órgãos. O beber ao crescer dentro da barriga vai comprimindo os demais órgãos para que ele caiba e possa se desenvolver corretamente. Esse processo causa diversos efeitos colaterais na mulheres, como os enjoos devido a compressão do estômago. No entanto o problema mais relatado pelas mulheres é a falta de ar ao realizar atividades básicas, como subir um lance de escadas. Isso corre porque o pulmão também é comprimido para dar lugar ao feto. O Pilates trabalha o exercício físico em conjunto com a respiração. Esse trabalho em conjunto da função muscular e respiratória acaba por dar mais resistência aeróbica a gestante, dessa maneira ela sentirá muito menos falta de ar durante o período da gestação. Além disso uma respiração correta aumenta a tranquilidade.

Como acabamos de dizer o Pilates aumenta a frequência respiratória e dessa forma condiciona melhor ela e auxilia a mulher. O interessante é que esse benefício se estende ao feto. É que a oxigenação do feto está ligado diretamente a capacidade da mulher de respirar satisfatoriamente. Fetos que possuem uma oxigenação mais elevada durante a gravidez tendem a ter problemas de saúde bem menores na infância como a bronquite e a pneumonia, por exemplo. Além de contribuir na hora do parto, já que a mulher aumenta consideravelmente seu ritmo respiratório no momento de dar a luz.

Fortalecimento dos músculos

O fortalecimento dos músculos das pernas e dos glúteos também é outro fator benéfico a ser considerado quando se pratica o pilates durante a gestação. Com o aumento de peso ocasionado pelo desenvolvimento do feto a carga de peso nesses músculos é bem mais elevada. Como essa mudança se dá de maneira bastante abrupta o corpo da mulher não está preparado. Essa não preparação causa dores nas pernas das mulheres. Essas dores em casos mais agudos podem acabar por tornar a mulher dependente de outras pessoas para quase tudo que exija locomoção e carregar peso. Como o Pilates trabalha todos os músculos do corpo humano ele também contribui para o fortalecimento dos músculos do glúteo e femorais e dessa forma a mulher grávida consegue suportar melhor esse sobrepeso e ter uma vida menos conturbada durante a gestação.

Agende uma Aula Teste - Comigo!

Autor: Denise Terra

Share This Post On